quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Só...






Só...
Estou só, rodeado de gente,
serei uma ilha, estarei indiferente?
Sinto-me só, isolado, confuso, perdido...
Navegando um tempo sem sentido...

Aonde vou?
Por onde ando?
Onde fiquei?
Ou não fiquei... fui ficando...

Perdi-me nas ondas
da paixão pela vida,
pedaços de mim espalhados
num mar de amores passados
onde não quero voltar...

Minha alma sente dor
que se recusa a abrandar,
assim como um grande amor
que não veio para ficar,
a minha viagem preciso retomar
mas primeiro
preciso ficar inteiro
p’ra poder voltar a amar!

Só...


Malik

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.