quarta-feira, 23 de novembro de 2016

"Apenas"







Se fosses uma constelação
eu seria o universo,
terias uma estrela por coração
brilharias na minha imensidão
cantar-te-iam em verso;

Se fosses uma sereia
eu seria o teu mar,
brincaríamos na areia
te daria maré cheia
com mil estrelas-do-mar;

Se fosses uma flor
eu seria o teu jardim,
paraíso de perfume e cor
onde com o teu odor
desabrochavas p’ra mim.

Mas não és constelação, sereia ou flor.
És “apenas” a mulher que em mim desperta o amor.



Malik

2 comentários:

  1. Vi uma estrela tão alta,
    Vi uma estrela tão fria!
    Vi uma estrela luzindo
    Na minha vida vazia.
    Era uma estrela tão alta!
    Era uma estrela tão fria!
    Era uma estrela sozinha
    Luzindo no fim do dia.
    (Manuel Bandeira)

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.