quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Baile da vida







Não queiras dançar sozinha
seja a música que for,
aceita a mão que é minha
quero fazer-te rainha
deste baile do amor;

Prometo que nesta dança
nunca te irei pisar,
ajustaremos a andança
em passos de esperança
num autêntico deslizar;

A música não escolhemos
nem a podemos mudar,
ambos aprenderemos
que para sonhos pequenos
não vale a pena dançar;

Venha um tango por favor
para a vida apimentar,
vamos amar com primor
esculpindo com esse amor
uma estátua sem par.

O tango aprende-se dançando...
... e são precisos dois para dançar um tango...



Malik

2 comentários:

  1. As vezes também vejo a vida como um grande salão de baile, onde os mais improváveis pares se enlaçam e rodopiam por ele! A tristeza, junta-se com a alegria, as mentiras com as verdades, os poetas com os carrascos, a sinceridade com a hipocrisia! Quando percebi tudo isso, tive vontade de fugir, mas ai... eu teria perdido a dança!
    [Odair Flores]

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.