quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Um abraço








Preciso do teu abraço terno,
quente de carinho e sentido,
quem me dera fosse eterno,
sinal que estava contigo;

Um abraço sem pudor
mitigando esta ansiedade,
embrulhando muito amor,
matando tanta saudade;

Quando nele te enlaço
não mais sou um solitário,
no silêncio do nosso abraço
cabe todo um dicionário...

Abraçar é dar e receber, ensinamento primário,
no silêncio de um abraço cabe todo um dicionário...



Malik

4 comentários:

  1. Abraço que é conforto, que suaviza a dor, que é afecto...amor, saudade.
    Tudo o que o teu poema descreve.
    Parabéns.Um dos poemas mais belos que li de ti.Reflecte o lado humano. E lembrei-me de uma poetisa Sophia de Mello Breyner. E sim, podes chegar longe, como ela... não me venhas dizer não! Não aceito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado! Deixas-me sem palavras...
      Um beijo.

      Eliminar
  2. Tão lindo e tão verdadeiro!
    Um abraço pode dizer muito sobre nós e o nosso estado de espírito sem sequer pronunciarmos uma única palavra.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.