sexta-feira, 21 de abril de 2017

Formatação







Sinto-me um feliz vagabundo
num mundo que vive ao segundo
sufocando o ser humano,
de alma já definhada
dei por mim a não querer nada
e a abandonar o rebanho;

Sem ponta de arrependimento
sou agora dono do tempo
que volto a sentir passar,
disse adeus à hipocrisia
abracei um novo dia
com outra forma de estar;

Até as cores ganharam vida
após a minha saída
do fato padronizado,
o olhar e não ver
e o viver por viver
fazem parte do passado;

Algo vai mal nesta sociedade formatada,
amanhã serão bem mais
a dar por si e a não querer nada!


Malik

10 comentários:

  1. Excelente poema sobre uma sociedade que nos sufoca e que vive com os valores invertidos (ou sem valores). Pessoas alienadas do mundo. Como será o futuro?
    Abraco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O futuro será forçosamente melhor.
      Beijinho e bom fds!

      Eliminar
  2. Bonito!
    Esperamos que o futuro não seja tão ingrato. Mas não sei!

    Bom fim de semana. Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ter esperança, Cidália. Se cada um de nós fizer a sua parte...
      Beijos e bom fds!

      Eliminar
  3. Malik,
    acabo de chegar aqui
    e encantada já sigo
    e aguardo sua visita
    no Espelhando.
    Bjins
    Catiaho Alc.

    ResponderEliminar
  4. Uau, este poema está excelente!
    Temos realmente de fugir aos padrões da sociedade para não nos perdermos nela.
    Parabéns pela inspiração e pela construção do poema, adorei!
    Beijinho e um fim-de-semana feliz.

    ResponderEliminar
  5. Que bom gostares, Rita!
    Beijinhos e um excelente fds!

    ResponderEliminar
  6. Um poema brilhante.
    Esperemos que o futuro seja menos "formatado".
    Bom fim de semana
    Um abraço
    Maria

    ResponderEliminar
  7. É extraordinário este poema, Malik, muitos parabéns!!!
    Bfds e beijinhos.

    ResponderEliminar