sábado, 14 de julho de 2018

Dentro do armário







Dentro do armário
é o lugar de ninguém,
fazes tudo ao contrário
a vida não é só calvário
procura ir mais além;

Vai até à beira-mar
vê para lá do horizonte,
imagina que podes voar
do céu tenta observar
onde está a tua fonte;

Pois que nela irás beber
vida à saciedade,
o ontem é para esquecer
o agora para viver
rumo à felicidade;

Tu és única, és singular.
Dentro do armário não é lugar para se estar...
Dentro do armário não é o teu lugar!


Malik

terça-feira, 10 de julho de 2018

Fogueira






Mandaste cortar madeira
andaste a apanhar pinhas,
sensual foi a maneira
como ateaste a fogueira
das emoções que eram minhas;

Quiseste matar o frio
queimar o gelo entre nós,
ser barco ou navio
navegar no meu rio
que não tem nascente ou foz;

Esta noite não tem fim
sinto-te mulher inteira,
teu corpo chama por mim
perco-me no teu jardim
mantendo acesa a fogueira.


Malik

sábado, 7 de julho de 2018

Atracção







Nesta coisa da atracção
muito fica por entender,
raro ser ilusão
é nascente onde o coração
com sede, teme beber;

Olhando o que me rodeia
tentando compreender no geral,
salta-me logo à ideia
flores, abelha e colmeia
coisas do mundo animal;

Quem prescinde de doçura
ou de adrenalina a granel?
Um pouco de formosura
com um olhar de ternura
funciona como mel;

Há coisas que não se explicam,
a atracção é uma delas,
químicas se multiplicam
emoções se edificam
e até nascem estrelas;

Borboletas na barriga
passarinhos a cantar,
quando a atracção fustiga
o amor paira no ar.


Malik


quarta-feira, 4 de julho de 2018

Sei que me esperas na foz






O rio corre p’ro mar
nele flutuo até à foz,
sigo o curso a divagar
deixando-me navegar
ao encontro de um nós;

Esse encontro está a casar
há muito o nosso destino,
chegou o tempo de aceitar
que é hora de assentar
e cumprirmos o caminho;

A boémia acabou
o passado diz-nos nada,
a vida nem começou
o sol ainda não acordou
vamos pegar essa estrada;

Aguardas-me ansiosa
sem sombras na tua voz,
estarás perfumada de rosa
delicada, maravilhosa,
sei que me esperas na foz;

Sei que me esperas na foz...
Onde o rio encontra o mar, começaremos o nós...


Malik

domingo, 1 de julho de 2018

Tu és mais







Tu és mais.
Tu és muito mais...
És a minha força quando estou fraco,
és luz que ilumina o meu ser,
és poema, livro, canção,
és tudo o que um homem quer...

Tu és mais.
Tu és muito mais...
És o poema que me delicia,
és o livro que devoro,
és a canção que me encanta,
és a mulher que um homem quer...

Tu és mais.
Tu és muito mais...
És a musa inspiradora,
és o fogo que me sacia a sede
és quem me leva ao paraíso,
és a amante que um homem quer...

Mas tu és mais.
Tu és muito mais!



Malik

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Ciúme







Andava meio cismado
por ver-te entediada,
nada fiz de errado
nunca saí do teu lado
mas senti-te melindrada;

Mudanças súbitas de humor
mostravam insegurança,
o teu olhar perdeu fulgor
fugias do nosso amor
ser feliz era lembrança;

Sentados a conversar
sobre nós e sem queixume,
acabei por constatar
o que nos estava a assombrar
era só o teu ciúme;

Será possível amar
verdadeiramente sem ciúme?
Depois de te abraçar,
sem nada para perdoar,
reacendemos o lume.


Malik


sábado, 23 de junho de 2018

Sensualidade







Sensualidade não é pecado
muito menos no mundo do prazer,
pode ser um jogo ousado
apenas para dois e bem jogado
não é preciso grande saber;

Um toque, um sorriso, um olhar
tudo pode ser sensual,
é como a sério brincar
e na arte de provocar
a mulher é genial;

Sensualidade e sedução
por vezes andam de mão dada,
o fruto dessa união
arrebata o coração
qualquer alma é dominada;

Na arte de bem seduzir com natural sensualidade,
a malícia é uma delícia
e não há mal nem maldade.


Malik