sábado, 17 de setembro de 2016

Eu







“O que eu sou não escolhi num catálogo. Não me queiram colocar uma etiqueta pois, por graça de Deus, não sou obrigado a aceitá-la.”

Malik

2 comentários:

  1. Cada um de nós é único, sem etiquetas... sem livro de instruções. Nunca nos devemos moldar às vontades dos outros, ao que as pessoas gostariam que fossemos... perdíamos a nossa identidade própria.

    ResponderEliminar
  2. Sim!
    Mas esta sociedade teima em catalogar-nos. Parece não compreender o conceito de ser único...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.